quinta-feira, 1 de julho de 2010

Os Primeiros Médicos Formados pelo Prouni

Quantos já não pensaram em um dia ser Bombeiro, Policial, Astronauta... Eu pensava em ser Ninja (acho por tantos filmes do gênero, que assistia), depois pensei em ser Advogado (pois meu pai estudava Direito, mas não concluiu), e por fim pensei em ser Médico.

Me recordo que já pensava nisso aos 6 anos de idade, e assim foi até os 22. Neste intervalo de tempo estudei para passar num vestibular de Universidade Pública. Fiz o Ensino Médio em escola particular (bolsista) para me preparar ainda mais, visto o infeliz estado que se encontram as escolas públicas (pelo menos em SP). Como não foi bolsa integral, não tinha direito ao PROUNI, programa que o Governo Lula criou em 2005, e me formei em 2003.

Muitos criticaram o ProUni, afirmando que o programa nivelaria por baixo a educação brasileira, num preconceito injustificável. Avaliação feita pelo Ministério da Educação (MEC) comprovou que alunos do ProUni tinham desempenho superior a outros estudantes universitários.

Desde sua criação, em 2005, o ProUni ofereceu 700 mil bolsas em todas as áreas do conhecimento para jovens com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa, selecionados por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, formar-se-ão os primeiros 425 alunos de cursos de Medicina que estudaram com bolsas do ProUni.

Hoje fico feliz em saber que esses jovens estão se formando, fruto de uma política que garante ensino superior para todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado