segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Dia da Cachaça

Um projeto de lei quer instituir o dia 13 de setembro como o Dia Nacional da Cachaça. A data resgata o dia de 13 de setembro de 1661, quando, depois de muita pressão dos produtores e consumidores, a coroa portuguesa autorizou a produção da cachaça no Brasil. Enquanto o dia não entra para o calendário oficial, alguns estabelecimentos já aderiram à celebração com um festival para homenagear o destilado.

Os especialistas dizem que não há uma cachaça ideal para fazer drinques e outra para beber pura. A pessoa deve consumir a sua preferida em ambos os casos. Existe também o mito de que a cachaça que chega ao exterior é de baixa qualidade, mito furado. 

Alguns erros comuns quando a caipirinha tradicional é preparada: Alem de errar nas quantidades dos ingredientes, o uso do açúcar também prejudica o drinque. O ideal é fazer um xarope de açúcar antes, que pode se integrar totalmente à caipirinha, evitando que ela fique muito doce ou aguada no final.

RECEITA

Para o xarope de açúcar:
- 1kg de açúcar
- 1/5 litro de água fervida

Modo de preparo
Ferva a água e adicione o açúcar. Misture bem, coloque em uma embalagem ou garrafa e leve à geladeira.

Para a caipirinha:
-1 limão Tahiti
-50ml de cachaça de boa qualidade
-Gelo picado

Modo de preparo:
Corte o limão ao meio e em seguida fatie em quatro gomos. Coloque os gomos em um copo longo e acrescente 20 ml, aproximadamente duas colheres de sopa, de xarope de açúcar. Com um pilão, macere os gomos até extrair todo o suco. Acrescente gelo quebrado e uma dose de cachaça. Com uma colher longa, misture todo o conteúdo até que fique bem homogêneo. Decore com dois gomos de limão e sirva em seguida.

Deu até "água na boca".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado