sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Novos rumos...

No dia 19 de janeiro de 2011, entreguei minha carta de desfiliação do Partido dos Trabalhadores. Segue abaixo:

Mairinque, 19 de janeiro de 2011.

Sr. Presidente,

Minha história com o PT vem muito antes de nascer. Meu pai e mãe, além de outros familiares estiveram diretamente envolvidos na criação do partido. Outras pessoas tiveram papel, tal qual, importante, inclusive aqui em Mairinque.

Em 2009 fui convidado pra trabalhar com a Vereadora Déia, a partir daí me filiei ao Partido dos Trabalhadores. Antes, participava como um simpatizante, e em algumas campanhas atuei como cabo eleitoral e apoiador. Vale ressaltar que não houve nenhum pedido de sabatina, com a Executiva do ano em tela, não houve também, qualquer tipo de investigação para que eu pudesse assumir o cargo de Auxiliar Parlamentar.

Hoje, não mais componho a equipe da nobre Vereadora, mas surpreendentemente membros do PT disseram e defenderam a idéia, que eu precisaria expor as devidas justificativas, para então, assumir o cargo de Diretor Administrativo da Câmara Municipal de Mairinque, por indicação de outra Parlamentar.

Este é o motivo, que até a data de hoje estou filiado, aguardando a convocação para maiores esclarecimentos. Mas, aqueles que bradaram meu nome, difamaram meu caráter, profissionalismo, e negaram todo meu trabalho em prol do mandato ou do partido, não tiveram a mesma coragem de falar a verdade, colocando ponto a ponto tudo que ocorreu, culminando em minha saída. Estava até o presente momento disposto a me reportar à Executiva do partido. Mas, para alguns, o mais interessante é o meu silêncio, para não transparecer ações prejudiciais e danosas à estrutura do Partido dos Trabalhadores de Mairinque.

Deixo aqui registrado, que em momento algum atuei de forma contrária aos ditames da Vereadora Déia, em português claro, não trabalhei contra a minha chefe, não fiz complô ou coloquei em risco o papel pessoal e parlamentar da Sra. Ildéia Maria de Souza (Déia). Para os que esbravejaram o contrário, apenas tenho a dizer que não comparem minhas atitudes com as mesmas espúrias utilizadas, por esses que me apontam.

Diante de todo exposto, e foi um breve resumo, apresento meu pedido de DESFILIAÇÃO do Partido dos Trabalhadores, automaticamente RENUNCIO minha vaga no Diretório Municipal do PT de Mairinque. Em clima de lamentação, repito o mesmo ato de meu pai, José Davi Oliveira, que até poucos dias atrás renunciou ao cargo de Presidente do Diretório Municipal de Mairinque, por motivos óbvios e asquerosos, que nada justificaram o mau trato e ingerência no trabalho que vinha realizando, mas como relatado acima, fere o orgulho e sentimento de posse de alguns filiados, que esqueceram o espírito de luta e companheirismo democrático organizado num partido.

De fora, e afastado, torço para que esse partido possa ter os devidos sucessos que merece, que seus membros, todos eles, conquistem êxitos nas jornadas políticas e por que não na escala pessoal.

Atenciosamente,


Samuel Augusto Oliveira
Título Eleitoral: 277704860132


Ilmo. Sr.
GIOVANI HUGGLER
Presidente D.M. PT de Mairinque
NESTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado