quarta-feira, 23 de maio de 2012

Hierarquia, como?

Hierarquia é um direito de fato, normalmente conquistado por méritos, antiguidade ou até em alguns casos, herdada. No sistema hierárquico, os liderados devem confiar no líder e em suas qualidades; no entanto, os liderados podem em qualquer instante, colocar em xeque as táticas ou pensamentos do líder, cabendo a este explicar seus pontos de vista e conquistar a visão das pessoas em prol de seus métodos.

Seguindo a filosofia oriental, a hierarquia existe de forma cultural e social. Todas as ações tomadas dizem respeito sobre todo o grupo. Se um liderado comete um erro, esse não é isolado. Quem escolhe é o líder (hierarquia), se a pessoa num nível abaixo erra, quem está acima também errou, pois é a responsabilidade da escolha.

Percebe-se que não há atribuições de erro, ou todos acertam ou todos erram. E quando há acertos o devido reconhecimento é dado. O comprometimento envolve desde o pensamento do líder até o mais “baixo” liderado.  

Para implementar novas práticas, por exemplo, é necessário conquistar as pessoas de alta credibilidade na organização e envolvê-las, para que achem que também foram autoras da idéia. Também é preciso ter muito tato na hora de sugerir mudanças. Os comentários devem ser relacionados às boas práticas já existentes, para depois questionar sobre o que acham que deve ser mudado. Aí conquista-se o direito de propor algo. Essa é uma relação diplomática.

E no mundo ocidental, como funciona?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado